Imagem de destaque Educadora Yara Souto será homenageada pelo programa Jardim para Borboletas

Educadora Yara Souto será homenageada pelo programa Jardim para Borboletas

02/09/2019 - 15:24
ASCOM | Texto: Luís Carlos Gusmão | Fotos: Acervo Pessoal
O programa “Jardim para Borboletas”, executado pela Prefeitura de Montes Claros em parceria com o Ministério Público de Minas Gerais, tem como objetivo homenagear mulheres que foram e que são destaques na sociedade. O programa agraciará em breve a educadora Yara de Guimarães de Souto Moura com um jardim e uma escultura gigante de borboleta de aço e material reciclável, feita pelo artista Gu Ferreira com o apoio dos reeducandos do Programa Para Além das Prisões. A obra de arte será afixada na praça Coronel Francisco José Souto, no bairro Todos os Santos.

Já foram homenageadas neste programa a promotora Ana Heloísa Marcondes Silveira, a enfermeira Antônia "Tonha da Santa Casa" Colares, a doméstica Maria da Conceição "Dona Custodinha" Silva, a educadora Marina Helena Lorenzo Fernândez Silva e a religiosa Joana Maria Juliana Wandekeybus, a irmã Veerle.

De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Paulo Ribeiro, o programa Jardim para Borboletas, que é vinculado ao programa Para Além das Prisões, além de embelezar a cidade,
ajuda a promover a cidadania. “O Programa está embelezando Montes Claros e contribuindo para que o município seja reconhecido, de fato, como a cidade da arte e da cultura, além de devolver dignidade aos reeducandos e às pessoas em situação de rua, que estão sendo contratadas, sem ônus para a municipalidade, para cuidar dos jardins e das obras de arte”, disse Ribeiro.

Quem foi Yara Souto?

Filha de Américo Souto e Maria da Conceição Guimarães, a Dona Quita, Yara de Guimarães de Souto Moura casou-se com Benjamim Pereira de Moura e teve 8 filhos. Foi técnica em Contabilidade, graduou-se em Pedagogia com especialização em orientação educacional. Atuou como professora primária, inspetora e orientadora educacional.

Realizou diversas especializações nas áreas de Comunicação e Ação Social. Foi secretária de Cultura de Montes Claros por 8 anos, provedora do Hospital Aroldo Tourinho, rotariana, e sempre se doou, colocando seus talentos à serviços da comunidade.