Imagem de destaque Prefeitura realiza reunião virtual com diretores

Prefeitura realiza reunião virtual com diretores

24/06/2020 - 18:08
ASCOM | Texto: Farley Henrique | Fotos: Educamoc

A Coordenadoria de Educação Inclusiva da Prefeitura de Montes Claros realizou nesta terça-feira, 23, por meio de videoconferência, uma reunião com os diretores das unidades de ensino e com a secretária municipal de Educação, Rejane Veloso Rodrigues. O encontro teve como tema a "Gestão da Educação Inclusiva nas Escolas".

Na ocasião foram abordados os temas “Quem são os alunos?”, com apresentação das tipificações das necessidades educativas especiais; Monitoramento, com apresentação dos dados; as atividades disponíveis no Educamoc Play; o trabalho das professoras nas salas de recurso, que fazem os trabalhos de estímulo cognitivo; o trabalho dos intérpretes que fazem a tradução das aulas para os alunos com deficiência auditiva; a importância da articulação do supervisor no planejamento com o professor; e a importância da união escola/sala de recursos e família.  

“Foi uma reunião muito produtiva. Foi importante para mostrar que, mesmo em tempo de pandemia, podemos estreitar os laços e que as tecnologias vieram pra contribuir no processo de articulação pra efetivar um trabalho de qualidade. Foi também um momento muito rico para evidenciarmos os instrumentos elaborados pela educação inclusiva, que são o Plano de Desenvolvimento Individual e o Plano Pedagógico Individual, onde, neste segundo, é preciso avaliar o ensino oferecido ao aluno, ou seja, o aluno dando o sinal de como deve ser trabalhado”, comenta a psicopedagoga e coordenadora de Educação Inclusiva, Meirielle Duarte Pereira.

Para a secretária Rejane Veloso, “o contato com diretores e supervisores foi muito importante para esclarecer pontos importantes de um trabalho pedagógico com os alunos público-alvo da educação inclusiva, durante este momento difícil que é o da pandemia provocada pela COVID-19. Momento de pontuar a necessidade de formalizar com registros as atividades não presenciais e a aprendizagem dos alunos”.