Imagem de destaque Servidores da Rede Municipal de Saúde passam por capacitação para lidar com a varíola dos macacos

Servidores da Rede Municipal de Saúde passam por capacitação para lidar com a varíola dos macacos

02/08/2022 - 13:15
ASCOM | Texto: Daniel Moraes (com dados do Ministério da Saúde) | Fotos: Berkay Ataseven/iStock | Secretário de Comunicação: Alessandro Freire

Considerada pela OMS (Organização Mundial de Saúde) uma emergência de saúde global, a varíola dos macacos (monkeypox) é um vírus que vem se espalhando rapidamente pelo mundo, inclusive no Brasil, onde mais de mil casos já foram confirmados.

Embora Montes Claros não tenha nenhum caso confirmado da doença, a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde, irá realizar nesta sexta-feira, 5, um treinamento online para capacitar os servidores da Rede Municipal de Atenção à Saúde sobre o manejo, notificação e testagem dos pacientes suspeitos e confirmados para a doença.

O que é a varíola dos macacos?
A varíola dos macacos é uma doença viral, diagnosticada e identificada pela primeira vez no século passado, na década de 60. Essa doença tem caráter endêmico em alguns países da África Central e da África Ocidental. O que nós estamos vivendo agora é o primeiro grande surto em países não endêmicos.

Quais são os principais sintomas?
A doença começa, quase sempre, com uma febre súbita, forte e intensa. O paciente também tem dor de cabeça, náusea, exaustão, cansaço e fundamentalmente o aparecimento de gânglios (inchaços popularmente conhecidos como "ínguas"), que podem acontecer tanto na região do pescoço, na região axilar, como na região perigenital.

Como ocorre a transmissão?
A principal forma de transmissão da varíola dos macacos é por meio do contato. Esse contato acontece por pele/pele, secreções ou por objetos pessoais do paciente infectado. Por isso, é extremamente importante que, uma vez que o paciente esteja com o diagnóstico laboratorial concluído, ele permaneça em isolamento e que todo o seu material de roupa de cama, roupas, lençóis e objetos pessoais passem por um processo de higienização.

Como as pessoas podem se proteger?
A principal forma de proteção é evitar contato direto com pessoas contaminadas.

O que fazer se eu estiver doente?
Ao aparecer quaisquer sinais ou sintomas, como febre alta e súbita, dor de cabeça e aparecimento de gânglios, procure a sua Unidade de Saúde de referência.