Imagem de destaque PREFEITURA APROXIMA SERVIDORES E SEUS DEPENDENTES DO SONHO DA FACULDADE - Município fecha convênio com UNIFIPMoc

PREFEITURA APROXIMA SERVIDORES E SEUS DEPENDENTES DO SONHO DA FACULDADE - Município fecha convênio com UNIFIPMoc

19/01/2023 - 11:39
ASCOM | Texto e Fotos: Rubens Santana | Secretário de Comunicação: Alessandro Freire

A Prefeitura de Montes Claros, através da Secretaria de Desenvolvimentos Social, celebrou convênio com a UNIFIPMoc Afya com o objetivo de oferecer para os servidores públicos (efetivos e contratados), além dos seus dependentes diretos, descontos em cursos superiores na modalidade presencial em um dos campi da cidade.

A parceria foi firmada nessa quarta-feira, 18, no gabinete do Secretário de Desenvolvimento Social, Aurindo Ribeiro, onde estavam presentes o secretário de Comunicação da Prefeitura, Alessandro Freire; o gerente comercial e de marketing da  UNIFIPMoc Afya, Guilherme Paulo; e o consultor comercial da instituição, Gabryel Ferraz.

O convênio tem por objetivo a cooperação institucional entre a faculdade e a Prefeitura para oferecer ao servidor público novas possibilidades para o mercado de trabalho, garantindo a oferta de bolsas de estudos nos cursos ofertados pela faculdade com concessão de desconto de 40% nas mensalidades. O benefício abrange todos os cursos de graduação e pós-graduação (exceto Medicina), facilitando aos servidores públicos municipais e seus dependentes o acesso à educação superior e ao seu desenvolvimento social e cultural.

O secretário de Desenvolvimento Social da Prefeitura, Aurindo Ribeiro, destacou que essa é mais uma conquista para os servidores. "O objetivo do prefeito Humberto Souto é melhorar a vida das pessoas, e esse convênio é a oportunidade dos servidores se especializarem, seja na sua área ou até mesmo em novos desafios, por meio do incentivo ao acesso à graduação. Sem contar que pensamos até nas famílias, que também poderão usufruir da parceria e fazer os cursos oferecidos pela Instituição, com o mesmo desconto nas mensalidades", explicou o secretário.